sábado, 18 de junho de 2011




Ilse Meincke Melo Coordenadora do Colegiado de Gestão Regional 4.ª CRS/SES/RS – Santa Maria – ao abrir a 5ª Conferência Municipal de Santiago de Santiago ontem (17) no CTG Coxilha de Ronda disse que o Sistema Único de Saúde é praticamente perfeito na teoria, entretanto existem muitas falhas na forma como ele é colocado em prática./ Para ela, o SUS depende de um aporte financeiro maior, e de uma capacitação de gestores, além de resolver alguns gargalos existentes como a média complexidade, por exemplo./ Acredita que num esforço conjugado de todos e principalmente através das conferências e conselhos onde estas questões deverão ser pautadas e trabalhadas para que se possa melhorar o atendimento./ Quanto ao direito de ser realmente atendimento, Ilse Melo disse que a porta de entrada do SUS é a atenção básica, por isso é importante investir no fortalecimento dela, pois se estiver bem estruturada e com profissionais resolverá em até 80% das questões./ Ressalta que infelizmente existe pouco incentivo na atenção básica e maior investimento nas especialidades./ Quanto a demora para realização de exames pelo SUS, comentou que este processo precisa passar por uma regulação e por isso se tornam bastante burocratizado./ Volta a afirmar que a partir do momento em que a atenção básica for fortalecida a situação tende a mudar./ Observou ainda que como enfermeira, está lutando para mais liberdade ao pessoal da enfermagem na solicitação de exames e acompanhamento, não ficando centrado num profissional só. Que eles também possam fazer requisições de exames quando necessário finaliza a dirigente./

A Conferência Municipal da Saúde contou com mais de trezentas pessoas. À tarde foram formados sete grupos para elaboração e apresentação das propostas que serão levadas à Conferência Estadual de Santiago no mês que vem em Tramandaí.

Entre as propostas apresentadas estão:

- Definição do piso salarial para os profissionais da saúde;
- Educação continuada para os profissionais em saúde;
- Melhor acesso à média e alta complexidade;
- Pronto Atendimento Municipal 24 horas;
- Segurança interna ou próxima às Unidades de Saúde;
- Agilidade no atendimento e na marcação de consultas e especialidades de média e alta complexidade;
- Hospitais universitários com cobertura 100% do SUS;
- Central local de regulação da SAMU;
- Reorganização na distribuição de fichas para consultas e agendamentos;
- Humanização para com o usuário;
- Implantação de ESF no meio rural;
- Criar e fortalecer políticas de promoção à saúde do idoso na cidade e meio rural;
- Distribuir responsabilidades nas três esferas de governo para melhor atender aos pacientes do SUS;
- Estudo de um pronto atendimento regional com verbalização dos municípios que serão atendidos;
- Aprovação da Emenda 29;
- Ampliação do Plano de Atenção Básica Estadual e ampliação de profissionais especializados para o CEO – Centro de Especialidades Odontológicas e,
- Profissionais melhor capacitados para as áreas de atuação em saúde.
A Conferência foi coordenada pela Secretaria Municipal e Conselho Municipal de Saúde.

Um comentário:

Varno Nômade disse...

Oi Jones. Parabéns pelo Blog. Como estão as atividades com o teatro? gostaria de te entrevistar para o Art Cósmica artcosmica.wordpress.com Vamos marcar? Será um prazer divulgar teu trabalho. 55 81383551. Abraços de luz. Varno Nômade